Uncategorized

Vladimir Putin sobre a conduta imperial dos EUA

Do site Voz da Russia.

 

Moscou está disposta a melhorar as relações com o Ocidente. Ao mesmo tempo, alguns passos de Washington – por exemplo a aprovação da Lei Magnitsky – não contribuem muito para este processo.

Vladimir Putin responde à pergunta se a situação na arena política externa atual não lhe lembra os tempos da guerra fria. O presidente lembrou que determinado esfriamento das relações da Rússia com os países ocidentais começou ainda durante a campanha militar iraquiana de 2003. Depois seguiram-se os acontecimentos na Líbia e outras partes do mundo, que Moscou não podia ignorar – assinalou Vladimir Putin.

“Eu já expressei muitas vezes minha posição a esse respeito. Nós observamos o caos e não consideramos que a posição de nossos parceiros seja incondicionalmente correta. Por que nós devemos apoiar aquilo que consideramos incorreto?

Durante minha última viagem foi dedicado muito tempo nas conversações aos direitos das minorias sexuais e a outras questões desse gênero. Mas, entendam, eles têm seus padrões. Eu disse lá e posso repetir aqui: se na Holanda o tribunal permitiu a ação de organização que se dedica à divulgação da pedofilia, por que nós devemos adotar estes padrões? Se eles querem reproduzir-se à custa de imigrantes, que o façam, nós não nos intrometemos. Nossa sociedade é outra, é um país diversificado – Cáucaso do Norte e Extremo Oriente, Norte e Parte Central. E se nós tentarmos introduzir nossos padrões entre eles? Não vamos exigir nada um do outro. Vamos nos respeitar mutuamente.

Nós não provocamos nada para piorar as relações. Acaso fomos nós que aprovamos esta Lista Magnitsky? Ninguém pode dizer para que existia a emenda Jackson-Vanik, que condicionava  o comércio da União Soviética com os EUA devido à limitação da saída dos judeus soviéticos. Elas foram introduzidas há decênios. Agora nós chegamos ao limite em que a Rússia começou a ser admitida na Organização Mundial do Comércio – não sem a ajuda dos próprios EUA. Mas a questão é que, se eles mantivessem a emenda Jackson-Vanik com o ingresso da Rússia na OMC, eles começariam a ter prejuízos de caráter econômico, eles foram obrigados a revogá-la. Foi um bom pretexto para esquecer tudo o que havia nos tempos da guerra fria e seguir adiante. Não, – era preciso impor outra lei anti-russa – a Lei Magnitsky.”

Segundo Putin, com a aprovação da Lei Magnitsky, os EUA demonstraram uma “conduta imperial no campo político externo”. Possivelmente a resposta russa a esta lei foi excessiva, mas Moscou foi obrigada a responder – salientou o presidente.

Apesar de semelhantes incidentes, a Rússia e o Ocidente devem buscar caminhos de aproximação, caminhos para melhor compreensão mútua. É preciso trabalhar na melhoria das relações – concluiu o presidente.

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s